Musica para perder peso

Ondas sonoras

A música ajuda você a perder peso? Desde que foi mostrado que a música pode melhorar o desempenho durante o treinamento de várias maneiras, você pode dizer sim: a música contribui para a perda de peso.

E não há dúvida de que uma boa lista de reprodução representa uma grande força motivadora para a mente e para o corpo. E sentir-se motivado e geralmente se divertindo durante o treinamento é a chave para atingir seus objetivos de condicionamento físico, incluindo a perda de peso.

Vantagens de ouvir música

Auscultadores

A música ajuda a tornar o treinamento mais divertido, e é por isso que é uma boa ideia para pessoas que não gostam muito de fazer atividades físicas. Além disso, as músicas podem aumentar a concentração, coordenação e motivação, bem como reduzir o esforço percebido.

As músicas rápidas ajudam a treinar mais forte, enquanto as músicas lentas podem ajudá-lo a voltar mais rápido à sua frequência cardíaca de repouso. Por esta razão há especialistas que aconselham escolher as músicas com base em sua frequência cardíaca durante o treinamento. Nesse sentido, é importante destacar que existem serviços de streaming de música que permitem filtrar as músicas por PPM (batidas por minuto). Em inglês BPM (batidas por minuto). Da mesma forma, nestes serviços é possível encontrar uma grande variedade de playlists especialmente concebidas para o treino, o que aumentaria a sua intensidade e eficácia.

Deve-se notar que se considera que as vantagens da música são mais perceptíveis quando combinada com um tipo moderado de exercício. Por outro lado, não o seriam quando o atleta trabalha em um nível muito intenso durante seu treinamento.

Faz você se mexer

Mulher correndo

O papel da música é tão importante durante o treinamento quanto antes dele. Tem a capacidade de injetar o espírito e a energia necessária para iniciar o treinamento. Esta vantagem é especialmente útil nos dias em que é difícil mover-se, seja por falta de energia ou motivação. Ou ambos.

Reduza o esforço percebido

Massa muscular

Para que a perda de peso (e os resultados em geral) não estagnem, é necessário progredir no treinamento. Isso significa correr mais rápido e por mais tempo. Isso é para correr, mas o mesmo acontece com todos os exercícios cardiovasculares, como pedalar de bicicleta ou caminhar, e exercícios de força. Pois bem, Os pesquisadores acreditam que a música ajuda você a não perceber tanto aquele esforço extra que você precisa para quebrar barreiras e superar suas marcas (pelo menos até atingir o limiar anaeróbio).

Comparado a um treino sem música, o ritmo tende a ser mais alto e constante quando uma lista de reprodução é reproduzida. Ritmo mais alto é considerado para empurrá-lo para trabalhar mais e mais rápido durante o treinamento ao mesmo tempo que bloqueia uma parte da fadiga. Quando se trata de volume, é preciso ter cuidado com a segurança. Não deve ser baixo, mas também não deve ser muito alto. A razão é que o mais importante é a saúde auditiva. Deve-se destacar que os especialistas alertam que regularmente submetidos a um volume excessivo de música pode causar perda auditiva.

Meça a barriga

Resumindo, ouvir música rápida é uma ótima estratégia para queimar mais gordura a cada sessão, pois ajuda a aumentar a intensidade do treino. Aulas de spinning são um exemplo. Porém, há pessoas que, para não pensar tanto na dificuldade e desligar a mente de todas as sensações desagradáveis ​​que o esforço contínuo pode desencadear, só precisam das canções em questão para melhorar o seu estado de espírito. Se eles são lentos ou rápidos, eles não se importam; é suficiente que eles se conectem com algo interno. Desta maneira, a melhor música para perder peso seria aquela que te mantém motivado durante o treino.

Acelere a recuperação

Corpo feminino

Vimos o papel que a música desempenha antes e durante o treinamento, mas o que acontece depois? Ouvir músicas mais lentas após o treino ajudaria a reduzir a pressão arterial e a frequência cardíaca, bem como os efeitos negativos que o esforço pode ter no corpo.

Aparentemente, a música lenta tornaria a recuperação mais rápida e eficaz do que a música rápida e até mesmo o silêncio. Por esse motivo, se o seu objetivo é estar nas melhores condições possíveis para o próximo treino, o rebatimento também pode ajudá-lo.

Além de ajudar a resfriar o corpo após correr ou levantar pesos, ouvir música com o ritmo mencionado também é considerada uma boa ideia para o aquecimento. A ideia é aumentar o ritmo das músicas conforme a intensidade do treinamento aumenta, por isso é recomendável começar com músicas lentas para aquecimento e continuar com músicas mais rápidas quando a frequência cardíaca aumentar.


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de Ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

*

*

  1. Responsável pelos dados: Miguel Ángel Gatón
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.